Sábado, 20 de Agosto de 2011

Chegada a Luanda

A maioria dos militares mobilizados para a guerra do ultramar era integrada em batalhões ou companhias. Assim, quando desembarcavam, tinham apoio logístico, nomeadamente meio de transporte à sua espera para os conduzir ao destino. Tal não sucedia com os militares mobilizados em rendição individual, como foi o meu caso.

 

Desembarquei em Luanda, em 26 de Abril de 1971, por volta das 12 horas. Tinha apenas a indicação da guia de marcha, que me tinha sido entregue no Depósito Geral de Adidos, em Lisboa, de que devia apresentar-me na CART 2731 (nem sequer indicava o local).

 

 Como nos ensinaram na tropa, tinha de me desenrascar. Valeu-me, na circunstância, um camarada de viagem, um 1º Sargento com muita experiência nestas andanças, por força das comissões que já tinha efectuado no ultramar. Sugeriu que me apresentasse no Depósito Geral de Adidos, em Luanda, onde indicariam a forma como chegar à minha Companhia, a CART 2731.

 

No cais estavam vários camiões para transportar os militares que acabavam de chegar e que se destinavam ao Depósito Geral de Adidos, em Luanda. Apanhei uma dessas viaturas e, poucos minutos depois das 13 horas chegava ao destino. Os militares que tinham como destino o Grafanil seguiam de comboio.

 

Logo que cheguei ao quartel, apresentei-me ao sargento-dia. Disse-me que eu estava atrasado, porque já devia ter entrado de serviço às 13 horas. Tentei ripostar, dizendo que acabava de chegar da Metrópole, pelo que não podia constar da escala de serviço feita no dia anterior. O militar retorquiu dizendo-me que já sabiam que o Vera Cruz ia chegar no dia 26 de Abril e que por isso me colocaram na escala.

 

Contrariado, entrei imediatamente de sargento-dia. Fiquei a saber, mais tarde, que este estratagema era utilizado por alguns velhinhos (militares já com algum tempo de comissão) para se baldarem ao serviço, tramando os maçaricos (alcunha pela qual eram conhecidos os militares acabadinhos de chegar à guerra). Mais um enganado.

publicado por Franquelino Santos às 11:26
link do post | comentar | favorito
|

.Franquelino Santos

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Visitantes

.Posts recentes

. Recordam-se da "Cuca" ?

. Casa de Reclusão de Angol...

. A ponte do rio Lumai

. Sede, a quanto obrigas

. "Safari" no Parque Nacion...

. A jibóia

. 10º Convívio da CART 2731

. O sargento Singapura

. Brincadeiras inofensivas

. Natal de 1972

.Arquivo do blog

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Maio 2015

. Novembro 2014

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds